Greve nacional do SINASEFE: plenária aprova deflagração em 11 de novembro

20161105greve145plena

 

Participantes da 145ª PLENA do SINASEFE aprovaram na noite deste sábado (05/11) a greve por tempo indeterminado na Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica. A deflagração do movimento paredista está prevista para o dia 11 de novembro e tem como centro denunciar os ataques do governo golpista, tais como: PEC 55 (antiga PEC241), Reformas do Ensino Médio, da Previdência e Trabalhista e projetos de Escola Sem Partido. O fórum conta com a presença de 108 delegados e 58 observadores, representando 65 Seções Sindicais filiadas ao sindicato. Perspectiva da Greve Geral no Brasil (com diversas categorias envolvidas) também foi apontada como essencial para defesa dos direitos dos trabalhadores.

Além da deliberação pela greve, a 145ª PLENA debateu neste primeiro dia de trabalhos os informes da Assessoria Jurídica Nacional (AJN), da Comissão Nacional de Supervisão do PCCTAE (CNS) e da Comissão Nacional Docente (CND). Os tradicionais informes das Seções Sindicais do SINASEFE traçaram um panorama abrangente da mobilização a nível nacional, pautando itens como: greves locais, paralisações, atos púbicos, fechamento de ruas e rodovias, e as diversas manifestações organizadas no último período.

A solidariedade aos estudantes que se mobilizam em milhares de escolas em todo território nacional também se destacou nos debates deste sábado. Estudantes que ocupam campi da Rede Federal (IF Catarinense e IFBaiano) participaram da análise do conjuntura junto com a CSP-Conlutas, Fasubra e Andes-SN.

É importante lembrar que esta deliberação nacional não interfere nas greves locais que já estão em curso, apenas indica uma data para deflagração do movimento paredista nas Seções Sindicais que ainda não aderiram.

Fonte: sinasefe.org.br

Você pode gostar de...