APLICATIVO SOUGOV.BR ENTREGA NOVOS SERVIÇOS PARA SERVIDORES PÚBLICOS FEDERAIS

Lançada há menos de três meses, plataforma conta hoje com 28 funcionalidades e já tem adesão de cerca de meio milhão de usuários

O SouGov.br está entregando nesta quinta-feira (29/7) quatro novos serviços, que se somam às outras 24 funcionalidades do aplicativo, criado exclusivamente para servidores públicos federais – ativos e aposentados –, pensionistas e anistiados civis do Poder Executivo.

A partir de agora, os usuários podem cadastrar seus dados bancários pelo celular e acessar funcionalidades como alterar a conta salário; solicitar a licença-gestante, adotante e paternidade, e todos os benefícios, juntamente com o cadastro do novo dependente, num mesmo protocolo; e autorizar ou não a Administração a acessar a Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física para fins de atendimento aos órgãos de controle. Além disso, o aplicativo Sigepe Banco de Talentos – para o cadastro e gerenciamento de currículos – foi migrado para o SouGov.br, permitindo o acesso dos servidores a mais esse serviço em um mesmo local.

O SouGov.br também traz outra novidade: a melhoria na visualização da margem consignável e a possibilidade de seu detalhamento, com opção de impressão em formato PDF. Todas essas medidas fazem parte do aperfeiçoamento constante do aplicativo para uma experiência cada vez melhor do usuário com o canal de atendimento do governo federal.

Governo digital

Lançado há pouco menos de três meses – no início de maio –, para um público-alvo de cerca de 1,3 milhão de pessoas, o SouGov.br faz parte da transformação digital que a Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital (SEDGG) do Ministério da Economia (ME) vem realizando na Administração Pública Federal.

“Com a transformação digital, ganhamos eficiência, melhoramos o trabalho para o gestor, a qualidade da informação e a nossa capacidade de relacionamento e de entrega de serviços e produtos. Mas, acima de tudo, a digitalização na gestão de pessoas pretende atender bem ao servidor público federal, porque este sendo bem atendido, saberá o valor disso e atenderá bem ao cidadão”, afirma o secretário especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do ME, Caio Mario Paes de Andrade.

O SouGov.br foi inteiramente desenvolvido pelo governo federal, com a contribuição dos próprios usuários, já que 145 servidores das áreas de gestão de pessoas se voluntariaram para auxiliar no desenvolvimento. A plataforma também registrou 20.088 servidores de todo o Brasil em seu Banco de Voluntários para testar suas funcionalidades. Essa contribuição dos usuários-teste vem contribuindo para identificar a necessidade de ajustes e, assim, auxiliar na evolução da ferramenta e melhorar a experiência do usuário.

No curto período desde seu lançamento, o SouGov.br já conta com mais de 570 mil usuários e alcançou a nota média de 4.6 (na pontuação que vai até 5) nas principais lojas de aplicativos. Entre os serviços mais acessados até o momento estão Contracheque, Dados Funcionais e Pessoais, Extrato de Consignações, Prova de Vida e Carteira Funcional.

Meta de 50 serviços em 2022

O projeto tem em seu cronograma mais dois pacotes de entregas até o final do ano. Em 2022, há a previsão de lançamento de outras funcionalidades, de forma a alcançar o número de 50 serviços aos usuários em um só canal e com apenas o login e senha do portal Gov.br.

De acordo com o secretário de Gestão e Desempenho de Pessoal do Ministério da Economia, Leonardo Sultani, a próxima entrega do SouGov.br está prevista para o próximo mês de setembro. “Entre os serviços que vêm por aí, teremos algumas declarações, cadastros de dependentes, alvará judicial, auxílio funeral, auxílio alimentação, afastamento e saúde suplementar”, revela.

Além de ampliar a quantidade das ofertas por meio do SouGov.br, Sultani reforça que o órgão central de gestão de pessoas da Administração Pública permanece constantemente atento às dificuldades e aos aprimoramentos necessários aos serviços já estão à disposição do usuário.

“Estamos num caminho irreversível. A automação e as formas de comunicação e de interação estão sendo alteradas no mundo inteiro, tanto no setor público quanto no privado, no âmbito profissional. E essas são iniciativas do governo para adequar o Brasil a todos os desafios que nos serão impostos num futuro muito próximo”, destaca o secretário de Gestão e Desempenho de Pessoal do Ministério da Economia.

Fonte: Wagner Advogados Associados

Você pode gostar de...